Taxa de esforço: Saiba como calcular

Taxa de esforço: Saiba como calcular

Outubro 23, 2020 0 Por admin

O que é a taxa de esforço?

A taxa de esforço não é nada mais do que a percentagem do rendimento total do agregado familiar destinada ao pagamento das prestações de créditos até então contraídos.

No fundo, corresponde ao rendimento que se tem disponível para fazer face às despesas do dia a dia (tais como alimentação, transportes e combustível, educação e lazer) após o pagamento das obrigações mensais com créditos previamente contraídos.

Esta taxa não deverá ser superior a 33%, ou seja, um terço do rendimento total do agregado familiar.

Cabe ainda salientar que no caso de um crédito à habitação, pelo facto de se tratar de um empréstimo de um valor muito avultado, muitos bancos colocam um limite máximo de 40% na taxa de esforço dos titulares para a aprovação do financiamento.

Isto faz sentido na medida em que, regra geral, a prestação da casa costuma ser o maior encargo mensal do orçamento familiar, evitando-se futuras situações de sobreendividamento em caso de alterações inesperadas no contexto económico das famílias, como situações de desemprego ou de doença prolongada.

Como calcular?

Note que as despesas mensais referentes a eletricidade, água, gás e telecomunicações não são consideradas no cálculo da taxa de esforço, contando apenas os encargos financeiros com prestações mensais de crédito (cartão de crédito, crédito pessoal, crédito automóvel, entre outros).

No entanto, saiba que, caso não tenha um crédito à habitação, mas estiver a pagar por uma casa arrendada, este valor deverá ser incluído nas despesas com encargos financeiros.

Para calcular a sua taxa de esforço, ainda numa fase preliminar – de forma a ir prevenido e informado quando for ter com o seu gestor de conta -, basta executar o seguinte cálculo:

 

Fórmula

Taxa de esforço = (Encargos financeiros / Rendimento Líquido Total do Agregado) x 100