Saiba o que é o MTIC

Saiba o que é o MTIC

Julho 20, 2020 0 Por admin
O Montante Total Imputado ao Consumidor é o elemento mais importante de um contrato de empréstimo porque vai determinar a quantia total que o consumidor terá de pagar quando solicita um financiamento.
 

Em que consiste?

O MTIC é simplesmente a soma do montante total do empréstimo (capital) com os custos associados ao crédito (juros, comissões bancárias, impostos e outros encargos).
 
Tome nota: Para comparar propostas de empréstimos é essencial ter em conta o MTIC em vez da prestação mensal. Por muito que a mensalidade seja fulcral para organizar o orçamento mensal e perceber como não pressionar a taxa de esforço, é o MTIC que indicará verdadeiramente quanto custará o crédito no final.
Ainda assim, é preciso ter atenção a outro fator. Nos contratos com taxa variável – como é o caso do crédito à habitação indexado à EURIBOR – o MTIC torna-se meramente indicativo, uma vez que a prestação mensal (devido à flutuação das taxas de juro) estará dependente das oscilações do mercado.
Regra geral, quanto mais elevada for a taxa de juro, mais elevado será o MTIC, uma vez que os juros a liquidar serão maiores. Da mesma forma, quanto maior for o prazo contratado, à partida mais elevado será o MTIC, na medida em que se pagarão mais juros.
O MTIC é indicado na FINE (Ficha de Informação Normalizada Europeia) do empréstimo que o banco ou instituição financeira são obrigados a fornecer ao cliente antes de este aceitar uma proposta de financiamento.
A FINE é o documento que contém todas as informações sobre o crédito em questão, nomeadamente: a identificação da entidade bancária, as taxas de juro aplicadas, o MTIC, as garantias bancárias requeridas, as comissões e os custos associados ao contrato, entre outras informações.