Crédito à habitação. Cuidados a ter em conta antes de tomar uma decisão

Crédito à habitação. Cuidados a ter em conta antes de tomar uma decisão

Agosto 11, 2020 0 Por admin
Na hora de pedir um empréstimo existem muitos fatores a analisar para tomar uma boa decisão: qual o banco que oferece a melhor taxa de juro, qual é o spread praticado, que seguros tem de contratar e qual o prazo mais adequado.Fixa ou variável? A escolha da taxa é a decisão que tem de tomar. A variável oscila consoante as flutuações das taxas de juro de referência no mercado, sendo indexada à Euribor. Já a taxa fixa é contratada entre o cliente e o banco. Desta forma, a primeira vai-se alterando conforme o período da Euribor escolhido (se for a um mês, será um determinado valor, enquanto se for a seis ou a 12 meses, será outro).Se o cliente optar pela Euribor a seis meses (que é a mais comum), por exemplo, ao fim deste tempo verá o valor da sua prestação revisto (aumentará ou diminuirá conforme as taxas que estão a ser praticadas no mercado nesse momento).

Pelo contrário, se o consumidor escolher a modalidade fixa, a mesma fica inalterada ao longo do prazo do empréstimo. Ou seja, aconteça o que acontecer, o cliente pagará sempre a mensalidade que ficou estabelecida no contrato.
Outra alternativa, mas menos utilizada, são os empréstimos com taxa de juro mista. Isto significa que o contrato de crédito tem um período em que a taxa é fixa, seguido de um período em que a taxa é variável.

Custos extra É o caso das comissões de análise ou de estudo e de abertura de processo (a terminologia varia).

Conte também com o pagamento do imposto municipal sobre imóveis (IMI) e do imposto municipal sobre as transmissões onerosas de imóveis (IMT). Outras despesas a ter em conta dizem respeito aos trabalhos de solicitadoria que muitas vezes são disponibilizados pelos bancos – por exemplo, procedimentos burocráticos na conservatória do Registo Predial, serviço de Finanças e cartórios, entre outros.

Ao mesmo tempo, precisa de subscrever um seguro de vida que inclui coberturas de morte e invalidez, com capital idêntico ao valor do empréstimo, para garantir a liquidação da dívida caso o titular fique incapacitado para trabalhar ou venha a falecer. É necessário ter também um seguro multirriscos-habitação. Este seguro tem de ser contratado pelo valor de reconstrução do imóvel, mas há bancos a exigir um valor superior. Pode escolher livremente a seguradora com as melhores condições, mas há bancos que oferecem redução no spread em troca da contratação do seguro em companhias associadas.

Os parceiros do ABC do Crédito fazem uma análise ao seu crédito de forma gratuita. Fale connosco!